Dor orofacial e automedicação…

Dor orofacial e automedicação…

               Olá, como vai você? Espero que tudo esteja bem…

Eu hoje escolhi falar sobre dor orofacial e automedicação…Sou a Dra. Lineia Torres, sua dentista de confiança…

Definição de dor orofacial

          Dor orofacial é aquela que pode acometer os tecidos moles e duros da cavidade oral e face. Sendo localizada na região de face, pescoço, boca e suas estruturas adjacentes, incluindo os componentes intraorais e a articulação temporomandibular.Aí se incluem cefaléias vasculares, cefaléias de contração muscular, dores crônicas orofaciais, síndromes de dor facial psicogênica e desordens do sono, desencadeantes de fibromialgia e bruxismo noturno; sendo a dor de origem dental, ou odontalgia, a mais prevalente.

  .

          A dor de dente, ou odontalgia, é a sensação dolorosa que tem origem nos dentes e estruturas periodontais, que surge em decorrência, principalmente, da cárie dentária, bem como de traumas e doença periodontal, podendo ser aguda, recorrente ou crônica.

            Além da dor de dente, outro exemplo de dor orofacial é a disfunção temporomandibular (DTM), caracterizada por um grupo de condições dolorosas que afetam a articulação temporomandibular (ATM) e os músculos da mastigação. Há várias formas de DTM: dor miogênica (forma mais comum), desarranjos internos da ATM (disco articular deslocado ou mal posicionado) e doenças degenerativas da ATM (osteoartrite, osteoartrose)

            O problema na utilização de medicação por conta própria é a possibilidade de ocorrerem efeitos colaterais, que podem agravar o problema existente ou mesmo gerar respostas indesejadas, como a intoxicação por medicamentos.

        A dificuldade de acesso e a demora em se conseguir atendimento odontológico nos serviços públicos de saúde geram consequências, como a automedicação, na tentativa de sanar a sintomatologia.

           A automedicação necessita de atenção especial, uma vez que deve ser feita apenas quando a pessoa tem conhecimento suficiente sobre todos os efeitos da medicação, tanto benéficos, como os possíveis efeitos adversos. É a chamada automedicação responsável.

                A automedicação inadequada, assim como uma prescrição errônea, pode levar ao surgimento de diversas implicações para o paciente, como efeitos adversos do medicamento, agravamento do quadro e de outros problemas de saúde, mascaramento de doenças, intoxicação e resistência bacteriana, associada ao uso repetido de antibióticos por longo período de tempo.

Tratamento:

           Os tricíclicos antidepressivos, especialmente a amitriptilina, tem eficiência terapêutica documentada no tratamento de inúmeras dores orofaciais.

Gostou dessas dicas? Se foi útil para você, comente, compartilhe, vamos divulgar informação de valor e confiável…um grande abraço, até breve…

Dra. Lineia Torres
cirurgiã dentista CRO 1379
   Odontoarch


fone 086 3227 1661
86 999977 6892 wz

 http:// www.odontoarch.com.br

Deixe um comentário

ESTAMOS NO YOUTUBE