Manifestações bucais /orais da diabetes melitus

Manifestações bucais /orais da diabetes melitus

Manifestações bucais /orais da diabetes melitus

Olá, como você está? Vamos falar sobre manifestações orais do paciente diabético? Sou a Dra. Lineia Torres, sua dentista de confiança …

  • Definição de diabetes:

      O diabetes mellitus é um dos distúrbios metabólicos mais comuns e causador de repercussões multiviscerais. É caracterizado pela presença de um quadro de hiperglicemia crônica que pode ser desencadeado por deficiência de secreção de insulina, por uma resistência à ação da insulina ou pelas duas simultaneamente, podendo ser acompanhada também pela presença de alterações metabólicas referentes ao metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios.

      As duas formas mais comuns de classificação da doença são o diabetes mellitus tipo I e o tipo II. Além dessas, existem outras menos frequentes, mas, que são igualmente importantes clinicamente: diabetes gestacional, diabetes associado a medicamentos; associado às doenças do pâncreas, como a fibrose cística; relacionado às infecções, como a rubéola congênita e outras relacionadas às síndromes genéticas.

   O DM mal controlado apresenta importantes repercussões sobre a saúde oral, como, doença periodontal, xerostomia, hiposalivação, susceptibilidade a infecções, dificuldade de cicatrização, candidíase eritematosa, xerostomia, disfunção salivar, língua fissurada, patologia Periapical.

        O quadro de xerostomia pode ocasionar inúmeros problemas, como dificuldades na alimentação, no ato de engolir e até no falar, causando um impacto negativo significativo na qualidade de vida dos pacientes com diabetes mellitus.

         Pacientes diabéticos encontram-se mais suscetíveis ao desenvolvimento de cáries dentárias novas e recorrente. Essa incidência alta deve-se em grande parte pela redução da capacidade de limpeza e tamponamento da saliva, aumento de carboidratos presentes na saliva, além do aumento de leveduras orais, Streptococcus mutans e Lactobacilos. Além disso, o quadro hiperglicêmico crônico pode levar a pulpites crônicas irreversíveis, podendo progredir para casos de necroses pulpares.

Prevenção:

       O diabetes mellitus assim como as suas complicações manifestadas na cavidade oral, na maioria das vezes pode ser prevenido principalmente por meio do aumento da prática de atividades físicas, do controle da pressão arterial, dos níveis de colesterol, dos problemas emocionais, além da redução do peso corporal.

Tratamento:

          O diabetes mellitus é uma doença que não apresenta cura, e seu controle se dá por meio de atividades físicas habituais, dieta regulada e uso dos medicamentos antidiabéticos.

      Gostou dessas dicas? Se foi útil para você, comente, compartilhe, vamos divulgar informação de valor e confiável…. Um grande abraço, até breve…

Dra. Lineia Torres
cirurgiã dentista CRO 1379
   Odontoarch


fone 086 3227 1661
86 999977 6892 wz

 http:// www.odontoarch.com.br

@odontoarchdra.lineia

Deixe um comentário

ESTAMOS NO YOUTUBE