Refluxo gástrico e as consequências para os dentes…

Olá, aqui é a Dra. Lineia Torres, tudo bem com você? Hoje nosso assunto é o refluxo gástrico e os problemas dentários que ele traz…

Definição de refluxo:

         Refluxo é uma doença digestiva em que o suco gástrico do estômago faz o caminho inverso pelo esôfago e volta para a boca. Esse líquido, normalmente muito ácido, tem o poder de irritar e inflamar os tecidos que revestem o esôfago e a mucosa bucal, diminuir a saliva e causar até perda dental.

Consequências do refluxo:

       O refluxo causa a diminuição do brilho do esmalte e a perda progressiva e irreversível da estrutura dentária. Tempo, frequência e intensidade dos refluxos podem acabar deixando a camada do dente extremamente fina deixando-os cada vez mais amarelados e sensíveis.

        Um refluxo que atinge a boca com conteúdo gástrico variando o seu pH entre 1.2 a 3.0 influencia negativamente na quantidade e qualidade da saliva promovendo uma queda brusca do pH oral e dissolvendo os sais de cálcio e o fosfato que compõem o esmalte do dente, fenômeno chamado de erosão dental

    Alguns pacientes podem apresentar erosões dentárias ( dissolução de  sais de cálcio e o fosfato que compõem o esmalte do dente)  e feridas na mucosa oral causadas pela regurgitação ou simplesmente pelo vapor ácido que atinge a cavidade oral quando o refluxo acontece. Os dentes passam por um processo de descalcificação e ficam fragilizados.

Sugestões para atenuar as consequências do refluxo:


– Evite tipos de comidas que estimulam a produção ácida pelo estômago, como pimenta, café e bebidas cítricas 
– Coma devagar e mastigue bem
– Fracione a dieta a cada três horas 
– Evite beber durante as refeições
– Evite álcool, ele relaxa a esfíncter e deixa o estômago ácido
– Nos pacientes com sintomas noturnos sugere-se não comer até três horas antes de deitar-se e elevar a cabeceira da cama.

– Evite escovar os dentes imediatamente após o consumo de comidas ou bebidas ácidas. É preferível aguardar pelo menos 1 hora ou escovar antes de se alimentar.

-Fuja de roupas apertadas na região do abdômen como: calças, cintas e cintos. Esse tipo de peça aumenta a pressão desta área do corpo facilitando o refluxo do ácido para o esôfago.

Tratamento


       Mudanças de hábito alimentar e medicamentos para diminuição da acidez gástrica são os tratamentos mais indicados para a maioria das pessoas. Esse tratamento apresenta excelentes resultados na maior parte dos pacientes, mas em casos que apresentam esofagite persistente ou hérnia de hiato volumosa o tratamento cirúrgico está indicado.

        Gostou dessas dicas? Pois comente, compartilhe com os amigos ,seja um multiplicador de informações confiáveis.

Um grande abraço, ate breve

Dra Lineia Torres

CRO 1379 Odontoarch

86 99977 68 92

3227 1661

www.odontoarch.com.br

@odontoarch.com.br

Deixe um comentário

ESTAMOS NO YOUTUBE